Sons da Escrita 105

21 de Março de 2007

Cores e outras preciosidades

Compasso a compasso, palavra a palavra, alinham-se, rigorosos, os sons da escrita.

Quando um homem interroga a água pura dos sentidos e ousa caminhar, serenamente, os esquecidos atalhos de todas as memórias, acontecem viagens — viagens entre o quase tudo e o quase nada.

Então, da raíz dos nervos da memória surge a planta de uma vida escutada no silêncio dos sons da escrita.

Sons da Escrita – à volta de uma ideia de José-António Moreira.


•••

José-António Moreira

Branco (José-António Moreira)

Falo de uma ave que imaginei em sonhos, uma ave de uma beleza indescritível, muito além da elegância de um cisne branco, de um branco neve, como se toda a luz que nele incidisse pudesse ser reflectida para os nossos olhos aflitos.

Gosto dos cisnes! Talvez a forma esbelta não justifique tudo, talvez não seja só o branco puro que impressiona a vista. Talvez seja só a branda calma com que se movimenta, quase parado no equilíbrio perfeito sobre as águas do lago que lhe ponho à volta.

O branco é uma luz intensa, como um sol, um sol onde está escrito o destino de tudo.
No branco está a pureza do encontro, a exaltação do desejo, o caminho, os atalhos, o reencontro, o futuro e a paixão.
Sobre o branco escreve-se o amor.


A whiter shade of pale (Justin Hayward)

We skipped the light fandango
turned cartwheels 'cross the floor
I was feeling kinda seasick
but the crowd called out for more
The room was humming harder
as the ceiling flew away
When we called out for another drink
and the waiter brought a tray

And so it was that later
as the miller told his tale
that her face, at first just ghostly,
turned a whiter shade of pale

She said, "There is no reason
and the truth is plain to see."
But I wandered through my playing cards
and they would not let her be
one of sixteen vestal virgins
who were leaving for the coast
and although my eyes were open wide
they might have just as well been closed

She said, "I'm here on a shore leave,"
though we were miles at sea.
I pointed out this detail
and forced her to agree,
saying, "You must be the mermaid
who took King Neptune for a ride."
And she smiled at me so sweetly
that my anger straightway died.

If music be the food of love
then laughter is its queen
and likewise if behind is in front
then dirt in truth is clean
My mouth by then like cardboard
seemed to slip straight through my head
So we crash-dived straightway quickly
and attacked the ocean bed


José-António Moreira

Castanho (José-António Moreira)

Castanho como a cor da terra. Castanho como a cor com que pintamos o quadro em que nos vemos firmes, fortes, inultrapassáveis.
Castanho como a cor difícil de acertar, mas definitiva. Esse foi o caminho que não foi difícil fazer, porque era seguro. Então o castanho é a segurança. É isso que queremos, é para lá que caminhamos.
No altar de todas as consagrações, anos à nossa espera, estarão as túnicas que vestiremos para nos olharmos sem receio.
Diremos uma única palavra e, nessa palavra, diremos tudo.


Brown eyes (Fleetwood Mac)

When you look at me with those brown eyes
What do you want to do
Do you have to have me
The way that I want you
I want you

When you look at me with those brown eyes
What do you want to say
And are you just another liar
Will you take me all the way
All the way.


José-António Moreira

Verde (José-António Moreira)

Verde, mesmo que seja comum, como a esperança!
Esperança como o que é inevitável, como a certeza. Se sentimos certo o futuro, então esperamos e a espera nunca nos derrota. A esperança é do vencedor, como o desespero é do vencido. A esperança é dos atentos, dos capazes de apreciar uma árvore resistente a todos os ventos.
A árvore cresce, todos os dias ela cresce e nós sabemos disso, mesmo que só o tempo mostre quanto ela cresceu.
Esperar o tempo do tempo é ter esperança.


Green green grass of home (Tom Jones)

The old home town looks the same
as I step down from the train,
and there to meet me is my Mama and Papa.
Down the road I look and there runs Mary
hair of gold and lips like cherries.
It's good to touch the green, green grass of home.

Yes, they all come to meet me, arms reaching, smiling sweetly.
It's good to touch the green, green grass of home.

The old house is still standin',
thought the paint is cracked and dry,
and there's that old oak tree that I used to play on.

Down the lane I'll walk with my sweet Mary,
hair of gold and lips like cherries.
It's good to touch the green, green grass of home.

(spoken)
Then I awake and look around me,
at four grey wall surround me
and I realize -yes- I was only dreaming.
For there's a guard and there's a sad old padre -
arm in arm we'll walk at daybreak.
Again I'll touch the green, green grass of home.

Yes, they'll all come to see me in the shade of that old oak tree
as they lay me neath the green, green grass of home.


Azul (José-António Moreira)

Azul escura é a noite.
Só as estrelas brilham dentro dos nossos olhos fechados, tranquilos, à espera do amanhã.
Não temos medo do escuro, nem tememos o acender da luz, pois sabemos que, ao abrirmos os olhos, nos veremos retemperados.
Pele com pele trocamos energias de coragem.
Não fazemos promessas.


Clear blue skies (Crosby, Stills, Nash & Young)

Clear blue skies, not too much to ask for,
They were here before we came,
Will they be here when we're gone?

Clean water, not too much to hope for,
It's the basis of our lives
And without it we are done.

Well we can keep our eyes upon the skies
And see how the time goes by
Or we can find our fears among the tears
That fall when the meadows cry, cry cry.

Well we can keep our eyes upon the skies
And see how the time goes by
Or we can find our fears among the tears
That fall when the meadow cries.

Clear ideas, much too much to think of.
We need all the help we can get
(And I know) we need all the time that we've got
(And I know) we need all the love we can give,
It will be here when we're gone (clear blue skies)
It will be here when we're gone
It will be here when we're gone (clear blue skies)
Clear blue skies
Clear blue skies (clear blue skies).
Clear blue skies (clear blue skies).


Amarelo (José-António Moreira)

Amarelo como o rasto daquela estrela que brilhou nos meus olhos, a dizer-me o caminho, a ensinar-me a verdade.
É definitivamente preso a esta liberdade de reafirmar que digo amor, mesmo na tua ausência.

Escreveremos todo o amor e, à noite, virão sentar-se à volta da fogueira que acendermos, os ouvidos sequiosos de histórias de verdade, para aprenderem o passado e o futuro.
E quando os nossos olhos se fecharem, duas crianças colocarão uma flor sobre os nossos corpos ainda abraçados, em homenagem ao amor.

E eles farão como nós!


Yellow brick road (Elton John)

When are you gonna come down
When are you going to land
I should have stayed on the farm
I should have listened to my old man

You know you can't hold me forever
I didn't sign up with you
I'm not a present for your friends to open
This boy's too young to be singing the blues

So goodbye yellow brick road
Where the dogs of society howl
You can't plant me in your penthouse
I'm going back to my plough

Back to the howling old owl in the woods
Hunting the horny back toad
Oh I've finally decided my future lies
Beyond the yellow brick road

What do you think you'll do then
I bet that'll shoot down your plane
It'll take you a couple of vodka and tonics
To set you on your feet again

Maybe you'll get a replacement
There's plenty like me to be found
Mongrels who ain't got a penny
Sniffing for tidbits like you on the ground

So goodbye yellow brick road
Where the dogs of society howl
You can't plant me in your penthouse
I'm going back to my plough

Back to the howling old owl in the woods
Hunting the horny back toad
Oh I've finally decided my future lies
Beyond the yellow brick road


Âmbar e jade (José-António Moreira)

Âmbar é a cor que não digo, senão a ti.
Âmbar é a única praia que conheço, onde vou ouvir a voz das conchas e dos corais, por entre o marulhar cadente de ondas de fogo, batendo ao ritmo dos nossos corpos quando fazem amor.
Nunca ouvi notícia de que o mar pudesse secar algum dia.
Isso eu sei. Isso eu compreendo.

Jade como uma jóia preciosa, como a riqueza bastante para sobreviver.
É em ti que descubro a jóia da sobrevivência, do estar vivo e atento.
Jade como a palavra que se diz, como a flor de lis.
Então a jóia é um nome que se usa no peito e que brilha ao ritmo de um coração aflito, mas seguro.


Jewel in the crown (Mike Olffield)

(Instrumental)


Tornou-se nacar a tua pele ou então foste tu que lhe deste essa cor tão preciosa que os meus olhos ainda abraçam em sonhos revoltos de paixão. Os meus olhos nunca mais lavaram a tua imagem única. E, mesmo quando desprendem uma lágrima, é só a tua imagem clara que querem preservar, para ser abraçada por estes braços de árvore frágil, mas verdadeira, tangível.


Música:

Genérico
Davy Spillane (abertura e fecho), Beatles (Fecho)

Fundos
Ed Starink & Peter Winkers

Ligações
Justin Hayward, Fleetwood Mac, Tom Jones, Crosby, Stills Nash & Young, Elton Jonh, New American Orchestra, Mike Oldfield

Textos:
José-António Moreira

Edição e voz:
José-António Moreira


•••|•••|•••


And in the end

the love you'll take

is equal to the love you make

© José-António Moreira 2012