Sons da Escrita 217

27 de Março de 2009

Primeiro programa do ciclo Manuel Bandeira

Compasso a compasso, palavra a palavra, alinham-se, rigorosos, os sons da escrita.

Quando um homem interroga a água pura dos sentidos e ousa caminhar, serenamente, os esquecidos atalhos de todas as memórias, acontecem viagens — viagens entre o quase tudo e o quase nada.

Então, da raíz dos nervos da memória surge a planta de uma vida escutada no silêncio dos sons da escrita.

Sons da Escrita – à volta de uma ideia de José-António Moreira.


•••

Manuel Bandeira

Desencanto (Manuel Bandeira)

Eu faço versos como quem chora
De desalento… de desencanto…
Fecha o meu livro, se por agora
Não tens motivo nenhum de pranto. 

Meu verso é sangue. Volúpia ardente…
Tristeza esparsa... remorso vão...
Dói-me nas veias. Amargo e quente,
Cai, gota a gota, do coração. 

E nestes versos de angústia rouca,
Assim dos lábios a vida corre,
Deixando um acre sabor na boca. 

— Eu faço versos como quem morre.


When I Die (No Mercy)

Forever and always
When I Die I'll Keep On Living For You
You Give Me Strength When I Start To Worry
You Lift Me Up When I'm Feeling Sorry
You're Building Me Up With Love & Affection
When I'm In Danger You're My Protection
And I'm The One You Can Depend Upon
I'll Always Treat You Right, Never Do You Wrong
Just Feel The Love Burning Inside Of Me
It's Gonna Last For Eternity
For Eternity
Cause Baby I Love You, Baby I Need You, Yes, I Do
And When I Die I Keep On Living
You'll Always Have My Love Seeing You Through
I'll Be Your Angel Up In Heaven
Forever All My Love Will Shine On You
Cause Baby I Love You
Baby I Need You
Yes, I Do
Are You That Someone You Can Believe In?
No One Can Take Away What We're Feeling
Our Love Is Strong, It Goes On Forever
No One Will Ever Love You Better
And When They Moan I'll Still Be True To You
The Seed Of Love Lives Inside Of You
I'll Be Your Angel Up In Heaven
And All My Love Will Shine Down On You
For Eternity
Cause Baby I Love You, Baby I Need You, Yes, I Do
And When I Die I Keep On Living
You'll Always Have My Love Seeing You Through
I'll Be Your Angel Up In Heaven
Forever All My Love Will Shine On You
Cause Baby I Love You, Baby I Need You, Yes, I Do
And When I Die I Keep On Living
You'll Always Have My Love Seeing You Through - Seeing You Through
I'll Be Your Angel Up In Heaven - Up In Heaven
Forever All My Love Will Shine On You
Baby I Love You
Baby I Need You
Yes, I Do


Manuel Bandeira

Três idades (Manuel Bandeira)

A vez primeira que te vi,
Era eu menino e tu menina.
Sorrias tanto... Havia em ti
Graça de instinto, airosa e fina.
Eras pequena, eras franzina... 

A ver-te, a rir numa gavota,
Meu coração entristeceu
Por quê? Relembro, nota a nota,
Essa ária como enterneceu
O meu olhar cheio do teu. 

Quando te vi segunda vez,
Já eras moça, e com que encanto
A adolescência em ti se fez!
Flor e botão... Sorrias tanto...
E o teu sorriso foi meu pranto... 

Já eras moça... Eu, um menino...
Como contar-te o que passei?
Seguiste alegre o teu destino...
Em pobres versos te chorei
Teu caro nome abençoei. 

Vejo-te agora. Oito anos faz,
Oito anos faz que não te via...
Quanta mudança o tempo traz
Em sua atroz monotonia!
Que é do teu riso de alegria? 

Foi bem cruel o teu desgosto.
Essa tristeza é que diz...
Ele marcou sobre o teu rosto
A imperecível cicatriz:
És triste até quando sorris... 

Porém teu vulto conservou
A mesma graça ingénua e fina...
A desventura te afeiçoou
À tua imagem de menina.
E estás delgada, estás franzina...


Time Passages (Al Stewart)

It was late in December
The sky turned to snow
All round the day was going down slow
Night like a river beginning to flow
I felt the beat of my mind
Go drifting into time passages
Years go falling in the fading light
Time passages
Buy me a ticket on the last train home tonight

Well, I'm not the kind to live in the past
The years run too short and the days too fast
The things you lean on
Are the things that don't last
Well, it's just now
And then my line gets cast into these
Time passages
There's something back here that you left behind
Oh, time passages
Buy me a ticket on the last train home tonight

Hear the echoes and feel yourself starting to turn
Don't know why you should feel
That there's something to learn
It's just a game that you play

Well, the picture is changing
Now you're part of a crowd
They're laughing at something
And the music's loud
A gal comes towards you
You once used to know
You reach out your hand
But you're all alone
In these time passages
I know you're in there
You're just out of sight
Oh, time passages
Buy me a ticket on the last train home tonight


Manuel Bandeira

Estrela da manhã (Manuel Bandeira)

Eu quero a estrela da manhã
Onde está a estrela da manhã?
Meus amigos meus inimigos
Procurem a estrela da manhã 

Ela desapareceu ia nua
Desapareceu com quem?
Procurem por toda parte 

Digam que sou um homem sem orgulho
Um homem que aceita tudo
Que me importa?
Eu quero a estrela da manhã 

Três dias e três noites
Fui assassino e suicida
Ladrão, pulha, falsário 

Virgem mal-sexuada
Atribuladora dos aflitos
Girafa de duas cabeças
Pecai por todos pecai com todos
Pecai com os malandros
Pecai com os sargentos
Pecai com os fuzileiros navais
Pecai de todas as maneiras
Com os gregos e com os troianos
Com o padre e com o sacristão
Com o leproso de Pouso Alto 

Depois comigo 

Te esperarei com mafuás novenas cavalhadas
comerei terra e direi coisas de uma
ternura tão simples
Que tu desfalecerás 

Procurem por toda parte
Pura ou degradada até a última baixeza
Eu quero a estrela da manhã.


Good Morning Starshine (Roger Whittaker)

Good morning starshine
The earth says hello
You twinkle above us
We twinkle below

Good morning starshine
You lead us along
My love and me as we sing
Our early morning singing song

Gliddy glub gloopy Nibby nabby noopy La la la lo lo
Sabba sibby sabba Nooby abba nabba Le le lo lo
Tooby ooby walla Nooby abba naba
Early morning singing song

Good morning starshine
The earth says hello
You twinkle above us
We twinkle below

Good morning starshine
You lead us along
My love and me as we sing
Our early morning singing song

Gliddy glub gloopy Nibby nabby noopy La la la lo lo
Sabba sibby sabba Nooby abba nabba Le le lo lo
Tooby ooby walla Nooby abba naba
Early morning singing song

Singing a song
Humming a song
Singing a song
Loving a song
Laughing a song
Singing a song
Sing the song
Song song song sing
Sing sing sing sing song


Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor.


Imagino Irene entrando no céu:
— Licença, meu branco!
E São Pedro bonachão:
— Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.


Música:

Genérico
Davy Spillane (abertura e fecho), Beatles (Fecho)

Fundos
Mark Knopfler, William Elwood, Mike Oldfield

Ligações
No Mercy, Al Stewart, Roger Whittaker

Textos:
Manuel Bandeira

Edição e voz:
José-António Moreira


•••|•••|•••


And in the end

the love you'll take

is equal to the love you make

© José-António Moreira 2012