JesusRecioBlanco

Jesus Recio Blanco
Fado lembrança


Fado lembrança

Um violino quebrado neste canto,

uma lua ferida na janela,

quatro cravos vermelhos e uma estrela.

Isto é tudo o que tenho, por enquanto.

 

Na minha sala um barco de amaranto,

entre ecos de mercúrio e de canela;

uma espada de vento em cada vela,

uma esteira de sombra, um nó de espanto.

 

Três espelhos de neve por meu rosto,

três pássaros sem peito e sem pegada,

um calendário triste e descomposto;

 

apenas o silêncio da almofada.

Isto é tudo o que resta desse agosto:

teus olhos de ar e musgo. A minha nada.


© José-António Moreira 2012